Luto! Com apenas 45 anos, morre meia marcante do interior paulista

Ex-jogador fez um procedimento dentário, teve complicações e sofreu um infarto fulminante

por Agência Futebol Interior

Guaratinguetá, SP, 22 (AFI) - Guaratinguetá está de luto! O time do interior paulista e a cidade, distante 175 km de São Paulo. Morreu, por volta das 23 horas de quarta-feira, o ex-meia Nenê, de apenas 45 anos, e que fez história no Guará.

Descanse em paz. (Foto: Fabrício Junqueira)
Descanse em paz. (Foto: Fabrício Junqueira)

O ex-jogador fez um procedimento dentário, teve complicações e sofreu um infarto fulminante. Considerado o maior jogador da história recente do Guaratinguetá, Nenê era figurinha carimbada nas Seleções da Rodada do Portal Futebol Interior.

Carlos Gilberto Fantini, conhecido como Nenê, nasceu em Santo André, onde acontecerá o enterro. O velório foi feito às pressas e de forma improvisada em Guaratinguetá, nesta quinta-feira. O ex-jogador deixa esposa e filha.

HISTÓRIA!
Com passagens por Taubaté, Ponte Preta, São Bento, São Bernardo, Paulista, Figueirense-SC, Caxias-RS e Cuiabá-MT, Nenê encerrou a carreira em 2014, no próprio Guaratinguetá, onde recebeu o apelido de Pé de Anjo por causa da maestria em bater faltas.

Nenê chegou ao Guaratinguetá em 2006 e, no ano seguinte, fez o gol do título do Troféu do Interior pelo Paulistão. A identificação com Guaratinguetá era tão grande que o ex-jogador passou a morar lá e até criou uma escolinha de futebol como ex-volante Célio.