ALEMÃO: Com brilho de norueguês, Dortmund goleia e se aproxima dos líderes

Com o resultado, o Dortmund chega aos 36 pontos e mantém sua perseguição aos líderes Bayern de Munique (também 36) e RB Leipzig (40)

por Agência Estado

Campinas, SP, 24 - O Borussia Dortmund não deu chances para surpresas, nesta sexta-feira, e goleou com tranquilidade o Colônia, por 5 a 1, no Signal Iduna Park, na abertura da 19.ª rodada do Campeonato Alemão. O destaque, mais uma vez, foi o norueguês Erling Haland, de 19 anos, que jogou os últimos 20 minutos e fez dois gols.

Reus comemorando gol diante do Colónia (Foto: Divulgação/Borussia Dortmund)
Reus comemorando gol diante do Colónia (Foto: Divulgação/Borussia Dortmund)

Com o resultado, o Dortmund chega aos 36 pontos e mantém sua perseguição aos líderes Bayern de Munique (também 36) e RB Leipzig (40), que jogam neste sábado contra Schalke 04 e Eintracht Frankfurt, respectivamente.

MUITOS GOLS

O jogo mal havia começado e o Borussia já ficou à frente do placar com o gol marcado por Raphael Guerreiro, a um minuto de partida. O domínio dos comandados de Lucien Favre foi muito grande e o placar poderia ter sido ainda maior.

Aos 12 minutos, o juiz Harm Osmers marcou erroneamente pênalti de Bornauw em Hakimi. O VAR corrigiu e marcou falta fora da área. Marco Reus bateu bem, mas o goleiro Timo Horn fez bela defesa e mandou para escanteio. Na sequência, Hummels subiu alto e cabeceou na trave.

O zagueiro, inclusive, foi um dos melhores jogadores em campo, com lançamentos espetaculares e grandes viradas de bola. Aos 29, o zagueiro deu uma passe de 40 metros para Marco Reus fazer o segundo gol.

Na etapa final, Jadon Sancho, logo aos três minutos, ampliou a vantagem para o time da casa. O Dortmund diminuiu o ritmo e viu o Colônia se aventurar no ataque. Aos 20 minutos, Mark Uth diminuiu para os visitantes.

A partir daí, o jogo foi todo do norueguês Erling Haland, que substituiu Thorgan Hazard. Aos 33 minutos, a promessa aproveitou um rebote do goleiro para fazer o quarto gol do Dortmund, mas o lance mais bonito estava reservado para os 42 minutos. Em um contra-ataque mortal, o jovem canhoto foi lançado, driblou o goleiro e, mesmo sem ângulo, tocou para o fundo das redes.