Atlético-GO 3 x 4 Atlético-MG - Na pegada de Keno, Galo vira líder do Brasileirão

Atacante anotou três vezes e comandou a partida

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 19 (AFI) - Em um jogo cheio de alternativas e com os times sem medo de atacar, o Atlético-MG derrotou o Atlético Goianiense por 4 a 2, neste sábado, no estádio Olímpico Pedro Ludovico, em Goiânia, e assumiu a liderança do Campeonato Brasileiro após 11 rodadas.

O atacante Keno, contratado pelo time mineiro durante a paralisação do futebol por causa da pandemia do novo coronavírus, foi o grande destaque ao marcar três gols.

VEJA OS GOLS DESTE JOGAÇO !

APROVEITOU TROPEÇO

Agora com 21 pontos, o Atlético-MG aproveitou o tropeço do então líder Internacional, que permaneceu com nos 20 depois de ser derrotado pelo Fortaleza por 1 a 0, no Ceará, horas antes do jogo em Goiânia.

E ainda tem um jogo a menos que os gaúchos. O time da casa, que mostrava boa recuperação no Brasileirão, fica na 12.ª colocação, com 12 pontos.

keno fez hat-trick em cima do Atlético-GO
keno fez hat-trick em cima do Atlético-GO

PRÓXIMOS JOGOS
Na tentativa de manter a liderança, na 12.ª rodada o Atlético-MG vai ter pela frente o Grêmio no próximo sábado, às 21 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

O Atlético Goianiense buscará a reabilitação contra o Botafogo, no dia seguinte, em Goiânia, mas antes tem compromisso pela Copa do Brasil. Na quinta-feira, pela rodada de volta da quarta fase, recebe o Fluminense e precisa vencer porque perdeu por 1 a 0 na ida, no Rio de Janeiro.

SEM MEDO
Sem medo de atacar, o duelo foi aberto e com chances de gol para os dois lados. O time da casa começou melhor e abriu o placar com Oliveira, aos 20 minutos, em um belo chute de fora da área no ângulo direito do goleiro Everson.

KENO: o homem do jogo em Goiânia
KENO: o homem do jogo em Goiânia
O Atlético-MG não desanimou e buscou o empate, mas o VAR anulou. Savarino recebeu na pequena área, mas estava um pouco à frente da linha da bola, o que a arbitragem de vídeo flagrou com o recurso tecnológico.

Para o segundo tempo, o técnico argentino Jorge Sampaoli tirou o lateral-direito Guga e o volante Allan para as entradas do zagueiro Igor Rabello e do meia Nathan, respectivamente, e o Atlético-MG passou a dominar o meio de campo. Em cobrança de pênalti, aos sete minutos, Keno fez o seu primeiro gol no jogo.

DOIDEIRA E CAOS
Uma desatenção da defesa mineira permitiu o desempate dos goianos com Gustavo Ferrareis, aos 10 minutos, mas as coisas voltaram a ficar favoráveis aos visitantes com o oportunismo de Keno.


Antes dele garantir a vitória fora de casa, Nathan empatou aos 14 após boa jogada do venezuelano Savarino.

De pênalti, mais um gol de Keno, outro gol do Galo
De pênalti, mais um gol de Keno, outro gol do Galo

GOLPE DE MISERICÓRDIA
Pouco depois, aos 19 minutos, Keno colocou o Atlético-MG pela primeira vez na frente do placar ao concluir com precisão um contragolpe rápido pelo lado esquerdo.

O golpe de misericórdia aconteceu aos 32, quando o atacante marcou de peixinho o seu terceiro gol na partida. O Atlético Goianiense ainda diminuiu aos 49, mas o lance foi o último do duelo.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
11ª rodada
Data
19/09/2020
Horário
21h00
Local
Olímpico Pedro Ludovico - Goiânia (GO)
Árbitro
Edina Alves Batista (SP)

Assistentes
Neuza Ines Back (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)

Cartões Amarelos
Atlético-GO: Edson, Renato Kayser

Gols
Atlético-GO: Oliveira 20' 1T, Gustavo Ferrareis 9' 2T, Gilvan 49' 2T
Atlético-MG: Keno 7' 2T, Nathan 14' 2T, Keno 19' 2T, Keno 32' 2T
Atlético-GO
Jean;
Dudu (Gilvan), João Victor, Éder e Nicolas;
Edson, Oliveira (Matheus Vargas) e Chico;
Janderson (Matheuzinho), Renato Kayzer e Gustavo Ferrareis (Everton Felipe).
Técnico: Vagner Mancini.
Atlético-MG
Everson;
Guga (Igor Rabello), Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana;
Jair, Allan (Nathan) e Franco;
Savarino (Maílton), Keno (Sávio) e Eduardo Sasha (Mariano)
Técnico: Jorge Sampaoli.