Athletico-PR inova, quer se tornar clube-empresa e visa criação de universidade

Petraglia revelou em uma entrevista coletiva nesta segunda-feira (02) os próximos passos que serão dados pelo Furacão

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 02 (AFI) - O presidente do Conselho Deliberativo, Mário Celso Petraglia não cansa de inovar no comando do Athletico-PR. Após mudar o nome e o escudo da equipe na temporada passada, o mandatário revelou em uma entrevista coletiva nesta segunda-feira (02) os próximos passos que serão dados pelo Furacão, dentro e fora de campo. Além de querer se tornar clube-empresa, o time paranaense tem a ideia de criar uma Universidade da bola.

"Nosso clube está em projeto de criação de uma universidade, em parceria com a universidade do futebol. Adquirimos aquela área de terreno que nos faltava, estamos em fase de projetos para construirmos uma estrutura física para buscarmos a formação de formadores. Queremos ampliar o leque, não só o futebol. Queremos que nossa universidade forme professores de professores, no aspecto de performance, que serve para qualquer modalidade esportiva", explicou o mandatário.

Athletico-PR inova, quer se tornar clube-empresa e visa criação de universidade
Athletico-PR inova, quer se tornar clube-empresa e visa criação de universidade
Com a chance de receber investimento estrangeiro por conta de um novo projeto de lei, Petraglia falou no objetivo de transformar a equipe também em uma sociedade anônima (S/A) que facilitaria a chegada desses recursos. Segundo o mandatário já há interesses japoneses, norte-americanos e europeus.

"Agora estamos aguardando a mudança da lei, que já havíamos aprovado em 2016, para que tenhamos sociedades empresariais. E o Athletico, com essa base e fundamento, eu sempre brinco que nos tornamos a "noiva mais elegante e cobiçada do Brasil" para o resto do mundo. Com certeza vamos encontrar um "príncipe" para que chegue a ter as condições ideais de sermos os campeões do mundo. Essa é a nossa caminhada", completou.