Luto! Morre zagueiro ídolo do Bahia, heptacampeão estadual nos anos 70

Titular no Tricolor durante dez anos, Sapatão foi heptacampeão estadual (1973 a 1979).

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 05 (AFI) - Élcio Nogueira da Silva, conhecido popularmente como Sapatão, faleceu nesta sexta-feira aos 72 anos. Lenda do futebol baiano, Sapatão estava na UTI do Hospital da Bahia por conta de uma parada cardíaca desde 17 de maio. Ele também vinha tratando de problemas renais e testou positivo para a covid-19 quando já estava na UTI.

A causa específica da morte, porém, não foi divulgada. O ex-zagueiro e ídolo do Bahia será enterrado no Cemitério Jardim da Saudade, em Salvador.

Sapatão morre aos 72 anos
Sapatão morre aos 72 anos

COMEÇOU NO FLAMENGO...

Nascido em 15 de outubro de 1947, em Campos dos Goytacazes (RJ), Sapatão foi revelado pelo Flamengo, mas não teve muito espaço entre 1966 a 1968.

... MAS VIROU ÍDOLO NO BAHIA

Ele se destacou mesmo no Bahia, clube que defendeu de 1973 a 1980.

No 'Anos de Ouro', quando o Bahia tinha hegemonia no estado, Sapatão era o grande 'xerife' e líder da equipe.

HEPTACAMPEÃO ESTADUAL

Titular no Tricolor durante toda sua passagem, Sapatão foi heptacampeão estadual (1973 a 1979), todos como capitão. Ao todo, foram 450 e 12 gols. Em 224 destas partidas, o Bahia não sofreu gols.

Sapatão ainda passou por Fluminense de Feira-BA (1968 a 1971), Santa Cruz-PE (1972), Fortaleza (1980) e Catuense-BA (1981 a 1982).

COMO TREINADOR

Como treinador, começou no Ypiranga-BA e rodou por Camaçari-BA, Galícia-BA, Botafogo-BA e América-SE. Em 2002, teve oportunidade de comandar um clube paulista: o União São João, de Araras.