Avaí x Athletico-PR - Furacão joga para terminar em 4º no Brasileirão

O time catarinense, por outro lado, pensa apenas em terminar de cabeça erguida

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 07 (AFI) - Em duelo de times reservas, o Athletico Paranaense enfrenta o Avaí neste domingo, às 16h, no estádio da Ressacada, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, com um único objetivo: terminar entre os quatro primeiros colocado. Para isso, precisará torcer também por um tropeço do Grêmio.

Campeão da Copa do Brasil, o clube paranaense defende uma invencibilidade de 12 jogos, a última derrota foi para o Flamengo, por 2 a 0, no dia 13 de outubro, na Arena da Baixada. O Athletico é o quinto colocado, com 63 pontos, dois a menos do que o Grêmio, quarto colocado.

O Avaí, por outro lado, não vence há 17 rodadas. A última foi diante do Atlético Mineiro, por 1 a 0, no dia 23 de setembro. Não à toa, o time é o lanterna, com meros 19 pontos.

COMO VEM O FURACÃO?
Com um time recheado de reservas, o Athletico fechará sua participação no Campeonato Brasileiro diante do Avaí. O técnico Eduardo Barros, em comum acordo com a diretoria, liberou 16 atletas antecipadamente para as férias, entre eles, nomes como o do goleiro Santos e do meia Bruno Guimarães.

O treinador também confirmou que contará com o zagueiro Thiago Heleno e o volante Camacho. Ambos desfalcaram o clube por praticamente toda temporada por caso de doping. Eles terão a missão de passar experiência aos jovens atletas que completarão a equipe para o duelo frente ao Avaí.

"Nós vamos para Florianópolis com uma equipe bastante modificada, mas os que irão para lá vão representar bem o Athletico, como assim foi em toda a competição. Vai ser uma equipe jovem, com muitos talentos, atletas que têm um futuro promissor pela frente e sabem da responsabilidade de fazer um bom jogo contra o Avaí. Thiago Heleno e Camacho jogam por motivos óbvios", falou o treinador.

Avaí e Athletico se enfrentam neste domingo
Avaí e Athletico se enfrentam neste domingo
Nos treinos que antecederam o duelo, Eduardo Barros indicou duas dúvidas. A primeira entre Bruno Nazário e Tomás Andrade. O primeiro com uma leve vantagem. Já no ataque Vitinho, que retorna após cumprir suspensão, disputará lugar com Pedrinho, ao lado de Braian Romero e Thonny Anderson.

E O LEÃO?
Na última quinta-feira, o time do técnico interino Evando Camillato foi derrota pelo Flamengo por 6 a 1, com uma equipe repleta de atletas da base. Dos 20 relacionados, onze eram oriundos das categorias de base do clube, e sete estiveram em campo. Esse número deve aumentar ainda mais na partida deste domingo.

O lateral Lourenço, autor do único gol do Avaí no Maracanã, está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Por outro lado, o meia João Paulo e o lateral Léo retornam após cumprirem suspensão. Léo deve assumir a vaga de Lourenço.

Outra dúvida é o goleiro Vladimir, que sofreu uma pancada no ombro e ainda será reavaliado pelo departamento médico. Se não tiver condições, Lucas Frigeri entra em seu lugar.

Sem confirmar a equipe, Evando Camillato explicou que pretende seguir dando oportunidade aos jovens, a exemplo do que fez contra o Flamengo, mas não confirmou a escalação titular.

“Com certeza vamos dar oportunidade aos garotos. Fico feliz de colocar atletas da base em jogos como esses para que eles ganhem mais rodagem e experiência. Vamos analisar com calma a situação de cada um e montar um time para fazer um bom jogo contra o Atheltico”, afirmou o treinador.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
38ª rodada
Data
08/12/2019
Horário
16h00
Local
Ressacada - Florianópolis (SC)
Árbitro
Dyorgines Padovani (ES)

Renda
R$ 71.266,00
Assistentes
Fabiano da Silva Ramires (ES) e Katiúscia Mayer Berger (ES)

Público
2.445 pagantes
Cartões Amarelos
Avaí-SC: Marquinhos Silva, Marcinho
Athletico-PR: Vitinho

Avaí-SC
Lucas Frigeri;
Léo, Zé Marcos, Marquinhos Silva e Ramon Pereira;
Pedro Castro (Marcinho), Richard Franco, Wesley (Gabriel Lima), Luan Pereira e João Paulo (Vinicius Araújo);
Jonathan.
Técnico: Evando Camilatto
Athletico-PR
Léo;
Khellven, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Abner Vinicius (Abner Felipe);
Camacho, Erick e Tomás Andrade (Bruno Nazário);
Vitinho, Brian Romero e Pedrinho (Matheus Rossetto).
Técnico: Eduardo Barros