Cruzeiro x Palmeiras - Palestras, Palestras, Série B à parte!

Raposa precisa vencer de qualquer jeito e ainda secar o Ceará para escapar do rebaixamento

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 07 (AFI) - O Palmeiras, antigo Palestra, poderá rebaixar o Cruzeiro, ex-Palestra, à Série B do Campeonato Brasileiro. O Verdão conhece bem a divisão. Esteve lá duas vezes e, agora, poderá empurrar a Raposa pela primeira vez na história. O duelo entre mineiros e paulistas será neste domingo, às 16 horas, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela 38ª e última rodada do Brasileirão.

VENCER E TORCER
O Cruzeiro só tem chances de escapar do descenso se vencer em casa. O problema é que o time do técnico Adílson Batista vem de quatro derrotas seguidas e oito duelos sem vitória. Na 17ª colocação, o Cruzeiro soma 36 pontos e sete vitórias, enquanto o Ceará, primeiro rival fora da degola, tem 38 e dez triunfos.

"Gostaria que fosse o cruzeirense mesmo que ama o clube. Esses oito milhões de torcedores que são apaixonados, que fossem ao Mineirão e procurassem dentro da razão transmitir toda energia, toda vibração, todo carinho que tem pelo clube.

E ajudasse neste momento. Sei que está um pouquinho chateado, um pouquinho preocupado com muitas coisas que aconteceram ao longo da temporada", clamou o técnico Adílson Batista.

Dura missão para o ex-zagueiro. (Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro)
Dura missão para o ex-zagueiro. (Foto: Vinnicius Silva / Cruzeiro)

O Palmeiras, por sua vez, segue na luta pelo vice-campeonato. O Verdão aparece na 3ª colocação com os mesmos 71 pontos do vice-líder Santos, mas perde no número de triunfos (20 a 19). O Alviverde ainda tentará ser o primeiro paulista a vencer os mineiros em BH. O rival Corinthians até arrancou um empate sem gols, enquanto o Santos perdeu de 2 a 0 e o São Paulo apanhou de 1 a 0.

O QUE RESTOU!
O técnico Adílson Batista não entrega os pontos, mas sabe que não será fácil livrar o Cruzeiro do rebaixamento. Para piorar, a Raposa sofre com desfalques. O volante Ariel Cabral e os laterais Edílson e Egídio estão suspensos.

Já o meia Robinho sofreu uma lesão ligamentar no joelho esquerdo e poderá ter que operar. Thiago Neves (afastado), Rodriguinho (lesionado) e Maurício (com a seleção sub-20) já estavam fora de combate.

SÓ UM TITULAR
Diante de tantos problemas, Marquinhos Gabriel é o único armador que resta e será titular. Orejuela até poderia ir para a meia, mas será o lateral-direito, enquanto Dodô ficará na esquerda.

"Ainda confio, ainda acredito na permanência na Série A. Não pela grandeza, o Cruzeiro tem uma história bonita, maravilhosa, repleta de títulos, história com jogadores como Tostão, Dirceu Lopes, Nelinho, Joãozinho, Raul... Precisamos ter discernimento, calma e vencer o Palmeiras. (...) É respirar fundo e acreditar", completou Adilson Batista.

Problemas para a decisão (Foto: Washington Alves / LightPress)
Problemas para a decisão (Foto: Washington Alves / LightPress)

PROBLEMAS ALVIVERDES!
O Palmeiras terá que superar os desfalques de Gustavo Gómez, Vitor Hugo, Hyoran e Gustavo Scarpa. Em relação ao time titular, Antônio Carlos deverá ficar na vaga de Edu Dracena. O experiente zagueiro anunciou que irá pendurar as chuteiras após esta partida.

No sistema ofensivo, Willian poderá ganhar a vaga de Zé Rafael que abriu o marcador na goleada sobre o Goiás, por 5 a 1. Dudu e o garoto Veron anotaram dois gols cada. Dudu segue entre os 11, enquanto Veron vive a expectativa de disputar sua terceira partida como profissional.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
38ª rodada
Data
08/12/2019
Horário
16h00
Local
Mineirão - Belo Horizonte (MG)
Árbitro
Marcelo de Lima Henrique (RJ)

Renda
R$ 307.703,00
Assistentes
Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Silbert Faria Sisquim (RJ)

Público
24.035 pagantes (27.229 no total)
Cartões Amarelos
Palmeiras-SP: Zé Rafael

Gols
Palmeiras-SP: Zé Rafael 12' 2T, Dudu 38' 2T
Cruzeiro-MG
Fábio;
Orejuela (Weverton), Cacá, Léo e Dodô;
Henrique, Ederson e Jadson;
Marquinhos Gabriel, Pedro Rocha (Maurício) e Ezequiel (Sassá).
Técnico: Adílson Batista
Palmeiras-SP
Weverton;
Marcos Rocha (Mayke), Luan, Antônio Carlos e Diogo Barbosa;
Matheus Fernandes, Bruno Henrique, Raphael Veiga (William), Lucas Lima e Zé Rafael (Gabriel Veron);
Dudu.
Técnico: Andrey Lopes