Goiás x São Paulo - Tricolor entra em campo pressionado!

A eliminação inesperada nas quartas de final do Paulistão para o Mirassol não caiu bem

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 08 (AFI) - É só a primeira rodada do Campeonato Brasileiro, mas o São Paulo precisa de uma vitória neste domingo, contra o Goiás, às 16 horas, no Hailé Pinheiro, para diminuir a pressão.

Isso porque a eliminação inesperada nas quartas de final do Paulistão, para o modesto Mirassol, causou estragos. O clima ficou pesado com torcedores criticando jogadores, o técnico Fernando Diniz e membros da diretoria.

Adversário do São Paulo, o Goiás não disputa uma partida oficial desde o dia 15 de março. Paralisado por conta da pandemia do novo coronavírus, o Campeonato Goiano só vai ser retomado no início de 2021.

Eliminação precoce no Paulistão pesou o clima no São Paulo
Eliminação precoce no Paulistão pesou o clima no São Paulo
OS TIMES!

A falta de ritmo é mais um adversário para o Goiás, que nos últimos dias disputou três amistosos: bateu Capital-DF e Brasiliense, além de perder para o Cuiabá. Esse revés não caiu bem e o técnico Ney Franco pode realizar mudanças.

As alterações são um mistério, mas uma delas deve ser a entrada de David no lugar de Rafael Vaz, que passou a ser dúvida depois de não treinar na última sexta por conta de um desconforto muscular.

Um dos principais alvos dos torcedores após a eliminação no Paulistão, o atacante Alexandre Pato vai para o banco de reservas. O técnico Fernando Diniz deve escalar Liziero em seu lugar, deixando Daniel Alves mais adiantado.

Ausente do treinamento realizado na última sexta-feira, no CT da Barra Funda, o meia Hernandes é dúvida para o confronto, assim como o atacante Helinho, recém-recuperado de uma torção no tornozelo.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
1ª rodada
Data
31/08/2021
Horário
16h00
Local
Hailé Pinheiro - Goiânia (GO)
Árbitro
Caio Max Augusto Vieira - RN (CBF)

Assistentes
Jean Márcio dos Santos - RN (CBF) e Vinícius Melo de Lima - RN (CBF)

Goiás-GO
Tadeu;
Yago Rocha, Fábio Sanches, David e Jefferson;
Sandro, Ratinho e Daniel Bessa;
Keko, Victor Andrade e Rafael Moura.
Técnico: Ney Franco.
São Paulo-SP
Tiago Volpi;
Juanfran, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo;
Tchê Tchê, Liziero, Daniel Alves e Igor Gomes;
Vitor Bueno e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz.