Coritiba 1 x 0 Oeste - Coxa recupera terceira posição e briga pelo acesso na Série B

Com 60 pontos, o Coritiba é o terceiro colocado por ter mais vitórias (16 a 15) do que o Atlético-MG. O Oeste ainda tem 40 pontos.

por Agência Estado

Curitiba, PR, 16 (AFI) - O Coritiba recuperou a terceira posição no Campeonato Brasileiro da Série B, neste sábado, ao vencer o Oeste por 1 a 0, no estádio Couto Pereira, em Curitiba, pela 36.ª e antepenúltima rodada. Na sexta-feira, o time paranaense tinha caído para a quinta posição devido às vitórias do América-MG (2 a 1 no Vitória) e do Atlético Goianiense (1 a 0 no Paraná).

Com 60 pontos, o Coritiba é o terceiro colocado por ter mais vitórias (16 a 15) do que o Atlético Goianiense, quarto e com a mesma pontuação. O Sport é segundo colocado com 63, enquanto que o Bragantino já garantiu o acesso e o título com 72.

Quem também briga pelo acesso é o América-MG, com 58 pontos em quinto lugar. O Oeste, com 40, é o 15.º colocado e ainda está ameaçado pelo rebaixamento.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS !


APOIO E GOL
Com o apoio da torcida, o objetivo do Coritiba era resolver o jogo logo nos primeiros minutos. Fez a esperada pressão e abriu o placar logo aos oito minutos. Giovanni, que voltou ao time após lesão, fez um passe diagonal de trivela.

Ele achou o lateral-esquerdo William Matheus entrando na área, que dominou e bateu forte, sem chances de defesa para o goleiro do time paulista.

O gol atrapalhou os planos do Oeste, que esperava segurar o 0 a 0 para buscar o seu gol no contra-ataque. Mas não mostrou força para chegar ao ataque em condições de finalizar. Na espera do adversário, o Coritiba se fechou e também criou muito pouco, não merecendo ampliar o placar.

Coritiba fez o gol no começo. Foto: site oficial Coritiba FC
Coritiba fez o gol no começo. Foto: site oficial Coritiba FC

MAIS MOVIMENTADO
O segundo tempo foi mais movimentado e com chances dos dois lados. Aos sete minutos, Mazinho descobriu Elvis na área e ele chutou forte para o goleiro Alex Muralha espalmar para escanteio.

A resposta só saiu aos 19, quando Giovanni cobrou falta sobre a barreira e a bola tocou na parte de cima da rede, deixando o grito de gol na garganta do torcedor.

O Oeste tentou de longe aos 23 minutos com Matheus Oliveira. A bola desviou em Kelvin e deixou Alex Muralha assustado. O goleiro saltou e viu a bola tirar tinta da trave.

MUDANÇAS DOS TÉCNICOS
O técnico Jorginho, aos poucos, foi renovando o fôlego do seu time com a saída de Rodrigão para a entrada do jovem Igor Jesus. Depois atendeu os pedidos da torcida ao colocar Rafinha, voltando de lesão, no lugar do volante Serginho.

A melhor chance paranaense aconteceu aos 35 minutos. Giovanni cobrou falta pelo lado direito em direção à grande área. William Matheus subiu bem de cabeça e obrigou o goleiro Matheus Cavichioli a espalmar por cima do travessão.

TROCAS OFENSIVAS
Renan Freitas também tentou colocar o Oeste no ataque com substituições. O treinador colocou em campo três homens ofensivos - Tite, Matheus Oliveira e Wellinton - para adiantar o seu time.

Mas o Coritiba não abriu mão de sua marcação, se defendendo praticamente com duas linhas de quatro. Apesar do futebol pobre, a torcida comemorou a importante vitória.

ÚLTIMAS RODADAS
Nas duas últimas rodadas, o Coritiba vai receber o campeão Bragantino no próximo domingo, dia 24, às 16 horas, e depois vai sair diante do Vitória, em Salvador.

O Oeste jogará fora diante do ameaçado Vila Nova, nesta quarta-feira, às 19h15. Na rodada final vai receber na Arena Barueri o Criciúma, também ameaçado de queda para a Série C.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
36ª rodada
Data
16/11/2019
Horário
16h30
Local
Couto Pereira - Curitiba (PR)
Árbitro
Andrey da Silva e Silva (PA)

Renda
R$ 394.870,90.
Assistentes
Márcio Gleidson Correia Dias (PA) e Bárbara Roberta da Costa Loiola (PA)

Público
21.476 pagantes (22.349 no total).
Cartões Amarelos
Coritiba-PR: Robson, Rafinha
Oeste-SP: Cléber Reis

Gols
Coritiba-PR: William Matheus 14' 1T
Coritiba-PR
Alex Muralha;
Felipe Mattioni, Nathan Ribeiro, Sabino e William Matheus;
Matheus Salles, Serginho (Rafinha) e Giovanni;
Robson, Kelvin (Matheus Bueno) e Rodrigão (Igor Jesus).
Técnico: Jorginho Campos
Oeste-SP
Matheus Cavichioli;
Felipe Gregório (Tite), Cléber Reis, Caetano e Salomão; Thiaguinho, Matheus Jussa, Elvis e Mazinho (Wellinton);
Roberto (Matheus Oliveira) e Fábio.
Técnico: Renan Freitas