STJD consulta CBF e indefere pedido de clube da Série D para adiar estreia

Clube nortista alegou que oito dos seus 25 jogadores tinham testado positivo para o novo coronavírus

por Agência Futebol Interior

Palmas, TO, 19 (AFI) - O Palmas terá que estrear, sim, contra o Villa Nova neste domingo, às 16 horas, em Nova Lima, pela Série D do Campeonato Brasileiro. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) indeferiu o pedido de adiamento da partida feito pelo clube tocantinense.

O STJD consultou Manoel Flores, diretor de competições da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), que informou que o Palmas conta com 31 jogadores inscritos, sendo que 25 foram testados para Covid-19 e que 17 poderiam ser relacionado ao jogo. Assim, o STJD indeferiu o pedido do Palmas.

Manoel Flores não cedeu ao Palmas. (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)
Manoel Flores não cedeu ao Palmas. (Foto: Lucas Figueiredo / CBF)
Na sexta-feira, o clube nortista alegou que oito dos seus 25 jogadores tinham testado positivo para o novo coronavírus. E ainda disse que "embora tenham restado 17 atletas com teste negativo, só pode, por força dos regulamentos, relacionar 5 amadores, o que reduzirá seu plantel disponível para apenas 13 jogadores, diante de suas peculiares circunstâncias".

STJD e CBF não viram dessa forma e obrigaram o clube a entrar em campo pelo Grupo A6 sob o risco de perder por W.O.. O Palmas deverá atuar com Isaias; Grillo, Leite, Heitor e Felipe; João Bernardo, Matheus Macedo, Felipe Boro e Zé Elias; Bruninho e Igor.