Ceará e Fortaleza são punidos após confusões no último Clássico-Rei

Vozão terá que jogar uma partida com portões fechados e pagará multa de R$ 60 mil, mesmo valor que o Leão do Pici vai desembolsar

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 18 (AFI) - O Pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) condenou, nesta quarta-feira, Ceará e Fortaleza pelas confusões envolvendo as respectivas torcidas no Clássico-Rei, disputado no Castelão, em Fortaleza, em 10 de novembro, pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Ficou definido que o Vozão terá que jogar uma partida com portões fechados e pagará multa de R$ 60 mil, mesmo valor que o Leão do Pici vai desembolsar. Como foi o Pleno que definiu as punições, não cabe recursos de nenhum deles.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Dessa forma, o time alvinegro receberá o Freipaulistano, em 26 de janeiro, também no Castelão, pela rodada de abertura da Copa do Nordeste de 2020, sem torcida.

Inicialmente, ambos os clubes cearenses haviam recebido gancho de dois jogos com portões fechados, além de multa de R$ 20 mil. O Fortaleza ainda teria que pagar R$ 2 mil por retardar o reinício do duelo, enquanto o Ceará tinha sido punido em R$ 1 mil por não ter entregue a relação de jogadores no prazo estabelecido.