Série B poderá conhecer o campeão simbólico do turno já nesta terça-feira

Na liderança com 36 pontos, um a mais do que o América-MG, Chape só precisa vencer para comemorar

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 26 (AFI) - A Chapecoense poderá dar passo importante na briga pelo acesso nesta terça-feira. O time do técnico Umberto Louzer terá a chance de se sagrar campeã do turno da Série B do Campeonato Brasileiro com uma rodada de antecedência. O desafio será contra o CSA às 19 horas, na Arena Condá, em Chapecó, em partida atrasada pela segunda rodada.

Para atingir o objetivo, a Chape precisará vencer os alagoanos. O clube catarinense lidera a Série B com 36 pontos, um a mais do que o América-MG. Resta apenas uma rodada para o encerramento do primeiro turno. E os números dos catarinenses são de encher os olhos.

NÚMEROS VALIOSOS!
A Chapecoense é responsável pelo maior número de vitórias ao lado do América-MG (10), pelo menor número de derrotas (1) e pela melhor defesa (5). São 12 jogos sem derrota - sete vitórias e cinco empates - e vindo de triunfo sobre o Operário, por 1 a 0.

Chape poderá levar o turno da Série B. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
Chape poderá levar o turno da Série B. (Foto: Márcio Cunha / Chapecoense)
Como mandante, a Chapecoense está invicta e ostenta aproveitamento de 83,3%. São seis vitórias e dois empates. Para manter a boa fase e brigar pelo título simbólico, Louzer será obrigado a mexer na Chape.

E O TIME?
O lateral-direito Ezequiel foi expulso na rodada passada e será substituído por Hiago. Na esquerda, Busanello retoma a posição e empurra Alan Ruschel ao meio-campo. Ainda no sistema defensivo, Joílson volta e pega a vaga do zagueiro Derlan.

No ataque, Anselmo Ramon, autor do gol da vitória na última rodada, está confirmado. Aylon disputará vaga com Tocantins, mas tem a preferência para ser titular.

"É um momento bom que estou vivendo com a Chapecoense, com todo grupo. A gente teve que se superar. Na Série B todos os jogos são difíceis. Temos que continuar da mesma forma, só temos a crescer mais e mais na competição", disse Anselmo Ramon, dono de cinco gols na Série B.

CHAPECOENSE - João Ricardo; Hiago, Luiz Otavio, Joilson e Busanello; Willian Oliveira, Anderson Leite e Alan Ruschel; Paulinho Moccelin, Aylon (Tocantins) e Anselmo Ramon.