Atacante valoriza folga do Criciúma: "vamos aproveitar ao máximo"

Desafio de 1º de março, às 18h30, será diante do líder Brusque no estádio Heriberto Hulse pela sétima rodada

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 18 (AFI) - O Criciúma terá duas semanas sem jogos oficiais. Eliminado na primeira fase da Copa do Brasil pelo Santo André (4 a 1) e com o Campeonato Catarinense paralisado por conta do carnaval, o clube do interior voltará a jogar apenas em março. O atacante Daniel Cruz vê com bons olhos essa parada.

"A gente teve pouco tempo de preparação, entrosamento, para conhecer o estilo de jogo dos companheiros. Para o Cavalo (técnico) também conhecer cada um, embora já tenha trabalho com alguns. Foram menos de 20 dias de preparação, um jogo atrás do outro, então essas duas semanas vamos aproveitar ao máximo. Recuperar a questão das viagens, companheiros voltando do DM, dar ritmo para quem não vem jogando", argumentou ele.

Tempo para Cavalo trabalhar. (Foto: Caio Marcelo / Criciúma)
Tempo para Cavalo trabalhar. (Foto: Caio Marcelo / Criciúma)
E a pausa, de fato, nada terá de folga. Afinal, os comandados de Roberto Cavalo já treinaram firmes nesta terça-feira no Centro de Treinamento Antenor Angeloni. Os treinos foram voltados para a parte física e também técnica com direito a circuito e aparelhos, além de campo reduzido com intensidade.

"Quem está jogando, continuar focado, não conquistamos nada. Faltam três jogos para concluir a primeira fase, dois jogos em casa então temos que fazer nosso papel em casa, nos preparar bem", completou Daniel Cruz.

Ao empatar com a Chapecoense, por 1 a 1, em Chapecó, o Criciúma parou na sexta colocação do Estadual Catarinense com nove pontos. O desafio de 1º de março, às 18h30, será diante do líder Brusque no estádio Heriberto Hulse pela sétima rodada.