Edílson repete Moreno e corneta Cruzeiro: "Acho difícil a gente subir"

Lateral pediu elenco forte, mas acredita que Raposa irá crescer com jogadores que estão se recuperando

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 30 (AFI) - O Cruzeiro, rebaixado pela primeira vez na história do Campeonato Brasileiro, não tem inspirado confiança nem mesmo nos seus jogadores. Após o atacante Marcelo Moreno, agora, foi a vez do lateral-direito Edílson cornetar o atual elenco da Raposa.

"A gente espera que possa vir reforços, como o Fábio falou. A camiseta do Cruzeiro é pesada e, com o que a gente tem aqui hoje, acho difícil a gente subir. Eu espero que a direção e todos que vêm tocando o Cruzeiro neste momento saibam da responsabilidade grande que temos de subir para a Série A", disse ele à Fox Sports.

"Para isso, a gente precisa de um time forte, de um time guerreiro, para que a gente encontre forças e faça o que o torcedor espera, que são grandes jogos", completou Edílson.

Corneta celeste. (Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro)
Corneta celeste. (Foto: Bruno Haddad / Cruzeiro)

REFORÇOS!
Edílson acredita que o Cruzeiro poderá voltar mais forte após a paralisação por conta da pandemia do coronavírus. Afinal, Ariel Cabral, Jean e Robinho trabalham forte para recuperarem a condição física.

"Jogadores que chegaram ou que voltaram, que é o caso do Ariel, estão preparando fisicamente, como o Jean e o Robinho também. E são jogadores que sem dúvida vão somar muito, não só na parte técnica, mas também com a experiência", analisou Edílson que se animou com a chegada de Enderson Moreira.

"Agora, com o Enderson, ele vai poder contar com esses jogadores, e eu tenho certeza que vão chegar mais jogadores. Vamos encorpar cada vez mais para que a gente possa fazer uma brilhante volta. Se Deus quiser, vamos colocar o Cruzeiro no lugar de onde ele nunca deveria ter saído", finalizou.