Série C: Após empate na ida, Paulinho Kobayashi mantém confiança e quer acesso em Caxias

Imperatriz não saiu do zero no Frei Epifânio e decide vaga na Série B de 2020 no interior gaúcho

por Agência Futebol Interior

Imperatriz, MA, 03 (AFI) - O empate sem gols diante do Juventude não estava nos planos de Paulinho Kobayashi, técnico do Imperatriz, que queria levar uma vantagem a Caxias do Sul, no jogo de volta das quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro.

"Trabalhamos muito durante a semana visando furar o bloqueio do adversário. Eu sabia que o Juventude viria para apostar no contra ataque e que o empate seria bom negócio para eles. Infelizmente, não conseguimos fazer o gol. A equipe lutou o tempo todo. Fomos melhores e eles praticamente não criaram oportunidades", comentou o comandante.

Sob comando de Kobaysahi em jogos como visitante, há equilíbrio: em sete jogos, são três vitórias, três derrotas e um empate.

Apesar do empate, Kobayashi mantém otimismo por acesso em Caxias
Apesar do empate, Kobayashi mantém otimismo por acesso em Caxias

Na hora decisiva, porém, o Cavalo de Aço tem costumado se dar bem em território inimigo. Prova disso é que, mesmo pressionado pela vitória para avançar ao mata-mata, o Imperatriz venceu o rival Sampaio Corrêa, no Estádio Castelão, por 1 a 0 e seguiu vivo no torneio.

Agora, a um passo da Série B de 2020, o treinador maranhense acredita em bom jogo no Estádio Alfredo Jaconi, na busca pelo acesso.

"O time fez bons jogos fora de casa, inclusive, com vitórias. É o que tem de ser feito contra o Juventude. O elenco tem qualidade e quer esse acesso histórico. Vamos trabalhar forte nos próximos dias. A ideia é que os atletas estejam concentrados em fazer grande jogo e coroar meses de trabalho com vaga na segunda divisão", completou Paulinho.

O segundo e decisivo duelo está marcado para a próxima segunda-feira, 09 de setembro, em Caxias, a partir das 20h. Em caso de novo empate, o semifinalista será decidido nas penalidades.