Brasília oferece ajuda para deixar Luverdense em pé; presidente nega

O time candango entrou em contato com o time de MT, mas uma parceria foi negada pelo presidente do Luverdense

por Agência Futebol Interior

Lucas do Rio Verde, MT, 05 (AFI) - Em situação delicada financeiramente e sem ter um candidato sequer para assumir à presidência do clube, o Luverdense vem sendo 'abraçado' por outras equipes do futebol brasileiro. Através das redes sociais, o Brasília iniciou conversa para definir uma parceria com o emergente clube do Mato Grosso para a próxima temporada.

A intenção do clube candango não gira em torno de recursos financeiros, mas sim de empréstimos de jogadores para disputar a Série D do Campeonato Brasileiro, além da Copa do Brasil. O Brasília também emprestaria a estrutura e funcionários para o Luverdense.

No entanto, a parceria não deve avançar. Em contato com o Portal Futebol Interior, o presidente Helmute Lawisch foi enfático ao afirmar que não existe nenhum tipo de parceria entre os clubes. O dirigente está deixando o cargo, mas ainda procura meios para não ser obrigado a encerrar as atividades da equipe de Lucas do Rio Verde.

Luverdense corre para se manter em pé
Luverdense corre para se manter em pé
SÓCIO TORCEDOR
Ao mesmo tempo que luta para ficar em pé, o Luverdense trabalha para conseguir se organizar financeiramente, visando as próximas temporadas. Novamente através das redes sociais, o clube lançou um pacote de sócio torcedor. Quem se cadastrar pagará R$ 100 e poderá assistir todos os jogos da equipe na temporada. A tentativa vem sendo usado para atrair recursos para a montagem do elenco.