Palmeirenses protestam contra presidente; Argentinos são cotados para assumir clube

Schelotto e Heinze são os favoritos da diretoria da equipe de Palestra Itália

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 26 (AFI) - O Palmeiras continua sua saga em busca de um técnico. Sem comandante desde que demitiu precipitadamente Vanderlei Luxemburgo, o Verdão vem colecionando 'não' no exterior. Ramírez, do Del Valle, era o favorito, mas recusou assumir agora em outubro. Sebastian Beccacece, do Racing, também optou por passar essa oportunidade.

"Sim, sim, foi concreto. Agradecemos porque ele se manteve no compromisso com o clube e realmente agradecemos pela confiança no projeto, por apostar em continuar com a Racing", afirmou o presidente do Racing, Victor Blanco, à imprensa uruguaia.

Heinze é o favorito para assumir o Palmeiras
Heinze é o favorito para assumir o Palmeiras
QUEM CHEGA?
Os próximos alvos são Heinze, por ter um estilo durão não é unanimidade por parte da diretoria, e Schelotto, ex-Boca Juniors, agora no Los Angeles Galaxy. O primeiro está sem clube, enquanto que o segundo, mesmo empregado, admitiu a possibilidade de assumir o Palmeiras, conforme revelou o repórter PVC.

Enquanto isso, o Palmeiras segue comandado por Andrey Lopes, que vem de duas vitórias: 5 a 0 para cima do Tigre-ARG, na Libertadores, e 3 a 0 frente ao Atlético-GO, na última rodada do Campeonato Brasileiro.

PROTESTOS
A torcida protestou nesta segunda-feira contra o presidente Maurício Galiotte pela demora em anunciar o nome do novo treinador. Como de costume, o mandatário alviverde foi chamado de 'banana'.