Segundona: Fernandópolis se apoia em fator casa para buscar virada sobre o Marília

Na história, a Águia nunca venceu o MAC por dois ou mais gols de diferença

por Luiz Carlos Éden

Sorocaba, SP, 16 (AFI) - Valendo vaga na Série A3 do estadual de 2020, Fernandópolis e Marília se enfrentam domingo (20), a partir das 10 horas, no estádio Cláudio Rodante, na cidade de Fernandópolis, valendo segundo jogo das semifinais do Campeonato Paulista da Segunda Divisão, popular Segundona.

Na ida, com gols de Ícaro e Lucas Lima, o MAC venceu por 2 a 0, no estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, o Abreuzão, na cidade de Marília. Com esse resultado, a equipe maqueana pode até perder por um gol de diferença para conquistar seu objetivo, enquanto que o Fefecê precisa vencer por dois ou mais gols de diferença.

Quem passar, além de garantir o tão sonhado acesso, fará a final da competição com o vencedor da outra semifinal entre Paulista de Jundiaí e Flamengo de Guarulhos.

Fefecê invicto como mandante
Atuando em seus domínios, o Ferndandópolis conquistou nove vitórias e quatro empates em treze partidas, média de 79.48% de aproveitamento. A Águia marcou 25 gols e sofreu apenas 5. Das nove vitórias como mandante, seis foram por diferença de dois ou mais gols - 3 a 0 no Andradina; 2 a 0 no América; 4 a 0 no Bandeirante; 3 a 1 no Tupã,; 3 a 0 no Catanduvense e 3 a 0 no Rio Branco.

Fernandópolis se apóia em fator casa para buscar virada sobre Marília
Fernandópolis se apóia em fator casa para buscar virada sobre Marília

Visitante Indigesto
O MAC, por sua vez, tem 61.11% de aproveitamento como visitante. Fora de casa, o Tigre conquistou seis vitórias, três empates e sofreu três derrotas. A equipe alviceleste assinalou 16 gols e sofreu 13.

Nesta temporada, o Marília sofreu apenas três derrotas em 25 partidas que disputou. O único revés por mais de um gol de diferença, foi pelo placar de 3 a 1 diante da Francana, fora de casa, jogo da terceira fase.

MAC leva pequena vantagem no retrospecto
Rivais desde 1986, Fernandópolis e Marília se enfrentaram oficialmente em 17 ocasiões, sempre em jogos do estadual, entre Séries A2, A3 e B1 (atual Segundona). O MAC leva pequena vantagem no retrospecto, com seis vitórias, contra cinco do Fefecê e seis empates.

Além da pequena desvantagem histórica, a Águia fernandopolense nunca venceu o Marília por dois ou mais gols de diferença.

Por outro lado, em casa, o Fefecê perdeu apenas uma vez para o Tigre. Na história, o Fernandópolis recepcionou o MAC em oito oportunidades, com três vitórias, quatro empates e sofreu apenas um revés. A única derrota em casa para o rival foi em 1988, por 1 a 0, em partida valida pelo Campeonato Paulista da Divisão Especial, atual Série A2.

No ultimo encontro entre eles no estádio Cláudio Rodante, o Fernandópolis levou a melhor vencendo por 1 a 0, jogo valido pela primeira fase da Série B1 (atual Segundona) de 1999, ano que o MAC conquistou acesso à Série A3, como vice-campeão.