Daniel Alves se manifesta sobre adiamento de Goiás e São Paulo: 'Inadmissível'

Esmeraldino do Cerrado receberia Tricolor do Morumbi, no estádio Serrinha, em Goiânia (GO), na tarde deste domingo

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 09 (AFI) - Momentos após a confirmação da suspensão do duelo entre Goiás e São Paulo, que se enfrentariam na tarde deste domingo, no estádio Serrinha, em Goiânia, pela abertura do Brasileirão, o lateral-direito e meio-campista tricolor, Daniel Alves, utilizou as redes sociais para se manifestar sobre a situação.

"Eu gostaria de dizer que é inadmissível o que aconteceu hoje, não é por irresponsabilidade que tenhamos que viver esse tipo de coisa que fomos exposto a viver hoje. Ou criamos uma consciência e somos profissionais ou é uma perda de tempo o que estamos fazendo! Se é a vida o mais importante, então o resto não tem sentido!", declarou.

RELEMBRE O CASO
Ao longo de todo o dia, o imbróglio se arrastou após os resultados saírem e indicarem que dez atletas goianos, com cerca de oito jogadores titulares, foram diagnosticados com o novo coronavírus. Os donos da casa haviam relacionado 23 nomes para a estreia.

Foto: Divulgação - Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Após o laboratório escolhido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), parceiro do Albert Einstein, alegar falha nas primeiras amostragens na quinta-feira (confira detalhes abaixo, na nota oficial), o Verdão realizou novos exames na sexta e recebeu os resultados apenas na manhã de domingo.

Depois, até tentou uma contraprova e, paralelamente a isso, se movimentou para adiar o confronto.

Faltando menos de dez minutos para o início do confronto, previsto para começar às 16h, chegou a informação: o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) mandou suspender o duelo. Pouco depois das 16h, a CBF se manifestou em breve nota divulgada nas redes sociais, confirmando a suspensão do duelo