Dos 36 jogadores do elenco, apenas 11 têm contrato com Figueirense para 2020

O clube passará por uma reformulação após lutar contra o rebaixamento na Série B

Publicado em .

O clube passará por uma reformulação após lutar contra o rebaixamento na Série B

Florianópolis, SC, 06 (AFI) - Com o fim de um dos anos mais tumultuados da história do Figueirense, a diretoria deve reformular o elenco para a próxima temporada, visando não cometer os mesmos erros de 2019. Para o próximo ano, apenas 11 dos 36 jogadores têm contrato com o clube. Alguns, inclusive, foram dispensados sem sequer entrar em campo pela Série B do Campeonato Brasileiro.

Os jogadores que têm contrato com o clube para a próxima temporada, ao menos até o fim do estadual, são: os zagueiros Alemão, Brunetti e Dener Machado, o lateral Carlinhos, os volantes Christian, Elias, Kauê, Patrick e Pereira, o meia Guilherme e o atacante Éverton Santos.

Além deles, Zé Antônio, um dos líderes da equipe, teve o contrato estendido até 20 de fevereiro por estar se recuperando de uma artroscopia no joelho. Outros dois atletas já assinaram um pré-contrato para o próximo ano: o lateral Luis Ricardo, que pertence ao Água Santa, e o atacante Jefferson Renan, do Boavista-RJ.

Figueirense passará por reformulação
Figueirense passará por reformulação
Já entre os nomes que não permanecerão no elenco estão: o goleiro Pegorari e o atacante Rafael Marques. O zagueiro Wálber, o lateral Danilo Boza, e os mais Léo Costa e Demethryus sequer entraram em campo com a camisa do Figueirense.

STJD!
Enquanto traça o planejamento para o Campeonato Catarinense e a temporada 2020, o Figueirense trabalha com seu jurídico para se defender da denúncia feita pelo Londrina junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). O clube catarinense tenta evitar perdas de ponto por causa do W.O. diante do Cuiabá e do Fair Play Financeiro para evitar uma queda à Série C do Brasileiro via tribunais.