Delegação do Grêmio é recepcionada com protesto de torcedores

O Imortal retornou do Chile, onde perdeu para a Universidad Católica por 2 a 0

Publicado em .

O Imortal retornou do Chile, onde perdeu para a Universidad Católica por 2 a 0

Porto Alegre, RS, 17 (AFI) - A crise demorou, mas chegou no Grêmio. A derrota para a Universidad Católica-CHI, por 2 a 0, na última quarta-feira, pela Copa Libertadores, foi a gota d'água para os torcedores tricolores.

A delegação retornou para Porto Alegre na tarde desta quinta-feira no Terminal 2 do Aeroporto Internacional Salgado Filho, onde o ônibus já aguardava. A intenção era evitar qualquer tipo de contato com os torcedores.

Torcida do Grêmio protestou em frente a Arena nesta quinta-feira (Foto: Reprodução/Twitter)
Torcida do Grêmio protestou em frente a Arena nesta quinta-feira (Foto: Reprodução/Twitter)
No entanto, cerca de 50 torcedores estavam concentrados em frente a Arena do Grêmio com faixas dizendo "Cadê o futebol do Grêmio" e "Time sem vontade".

Além disso, os tricolores deixaram claro que a vitória no clássico contra o Internacional, marcado para a próxima quarta-feira, no Beira-Rio, pela quarta rodada da Libertadores, virou obrigação.

Com apenas duas vitórias nos últimos dez jogos, o Grêmio vive um momento delicado. Antes unanimidade entre os tricolores, o técnico Renato Gaúcho vem tendo seu trabalho bastante questionado.

Na Libertadores, o Imortal é o vice-líder do Grupo E, com quatro pontos, três a menos que o rival Internacional. No Brasileirão, o clube está apenas na 13ª colocação, com 12 pontos.